Entenda a diferença: Google Adwords x Google Orgânico

Entenda a diferença: Google Adwords x Google Orgânico

Quase dois terços (60%) dos consumidores não sabem a diferença entre os resultados de pesquisa paga e orgânica no Google, de acordo com um novo estudo da agência Varn.

 

A agência de marketing do Reino Unido entrevistou mais de 1.000 (mil) usuários da internet com uma pergunta simples: “Você sabe quais links na página de resultados de pesquisa do Google são anúncios pagos?” Um total de 59,7% das pessoas pesquisadas afirmaram desconhecer as diferenças entre os dois tipos de listagens do Google, o que significa que a maioria dos consumidores acredita que os resultados da página principal são as respostas mais relevantes para suas consultas quando um anunciante comprou essa posição.

Sendo assim, as descobertas levantam questões sobre a adequação da divulgação pelo gigante das buscas e sugere que dois terços de sua vasta receita de PPC é gerada por cliques mal direcionados.

Mas as diferenças entre os resultados de pesquisa orgânica e paga do Google nem sempre foram sutis.

Há cinco anos, as listas patrocinadas (Google Adwords) foram destacadas e acompanhadas de uma caixa laranja clara com “Anúncio” escrito nela. Ao longo dos anos, a sinalização de listagens pagas tornou-se mais ambígua, com o ícone “Anúncio” e o link que a seguia aparecendo em verde, assim como os links para resultados orgânicos.

Em 2016, o Google Adwords também removeu anúncios do lado das páginas de pesquisa, o que os tornaram menos óbvios para os usuários. Com mais ajustes feitos desde então, Varn identificou um aumento de 9,4% nos entrevistados que não conseguiram identificar a diferença entre listagens pagas e orgânicas. “Embora nunca possamos ter certeza sobre os motivos por trás dessas mudanças, isso coloca a questão se o Google mudou a cor e o layout dos anúncios pagos para torná-los menos fáceis de ver, para garantir que eles ainda recebam cliques”, comentou Varn.

A teoria é ainda mais alimentada pelo fato de que os 33,7% que reconheceram um resultado de pesquisa pago, disseram que optariam deliberadamente por não clicar neles. Apenas 6,5% afirmaram clicá-los conscientemente como anúncios.

Em uma pesquisa paralela focada nas listagens do Google Shopping, o especialista em PPC AdPilot descobriu que cerca de um terço dos usuários da internet não sabiam que os resultados retornados no serviço de comparação de comércio eletrônico eram anúncios pagos.

Fonte: Marketingtechnews

MAS AFINAL, O QUE É GOOGLE ADWORDS? ENTENDA!

O Google Ads nada mais é do que um anúncio pago na maior ferramenta de busca da Terra, o Google. É uma forma de atrair mais clientes e aparecer mais quando buscam algo relacionado ao seu business, por exemplo. Garantimos que o resultado é muito assertivo! Afinal, fazemos isso dia e noite para nossos clientes.

Por trás do anúncio, existem diversas estratégias para melhorar sua performance, ou seja, sua entrega. Para uma marca de colchão, por exemplo, conseguimos descobrir quais são as palavras mais procuradas no Google relacionadas a colchão e ir além: se alguém procura “o que fazer para dormir melhor”, “como não ter insônia”, podemos criar ganchos mentais através do Google Ads dizendo que esse desconforto está ligado ao colchão velho e tal, apresentando as vantagens do colchão que queremos vender.

Tudo isso, através de anúncios de texto, gráficos, vídeos ou anúncios de aplicativos. Existem várias formas de alcançar seu público-alvo com o Google Ads.

 

VANTAGENS DE ANUNCIAR NO GOOGLE ADWORDS:

  • Promova-se localmente ou no mundo todo | Alcance os clientes em potencial que estão a alguns quilômetros da sua empresa ou divulgue seus anúncios em regiões ou países inteiros. Com o Google Ads, é você quem decide.
  • Elimine as adivinhações da publicidade | Com o Google Ads, você saberá quantas pessoas viram seus anúncios, acessaram seu site ou ligaram para a sua empresa. Você também poderá analisar o perfil de cliente que mais se engaja com seus anúncios.
  • Teste seus anúncios |  Quando souber o que está funcionando e o que não está, você poderá ajustar seus anúncios e testar as alterações para melhorar o desempenho.
  • Mantenha o controle do seu orçamento | Ajuste o orçamento quando quiser. Além disso, você pode encerrar sua campanha a qualquer momento sem taxas de cancelamento.

OK. E O QUE É GOOGLE ORGÂNICO?

Orgânico é tudo aquilo que não é pago. São conteúdos que aparecem espontaneamente (podemos falar assim, produção?). Porém, para entregar conteúdos que não são pagos na primeira página de busca do Google, seus robozinhos consideram diversos atributos para analisar a relevância. Tudo isso, para garantir ao usuário informações que tenham credibilidade, que estejam organizadas e sejam úteis.

E o que ele considera? Pois é. Constantemente eles mudam essas regras. Mas o mais importante é e sempre será o conteúdo. O conteúdo é rei! Além dele, existem “macetes” com nomes de REGRAS DE SEO para otimizar as publicações, ou seja, torná-las mais relevantes e, consequentemente, mais encontradas no Google.

Voltando ao exemplo acima do colchão: a marca, ao invés de fazer apenas anúncio para vender o colchão, pode compartilhar conteúdo ligado ao seu negócio. Então, se ela vende conforto e sono tranquilo, em seu site ela pode criar uma área com matérias sobre esses assuntos e, assim, fazer com que o usuário conheça também o seu produto – em segundo plano.

Aqui na Sensorial, por exemplo, nós estamos em primeiro lugar na busca orgânica do Google. Se qualquer pessoa pesquisa “agência digital rj”, os dois primeiros endereços que aparecem na lista orgânica da primeira página do Google, são nossos. Sabe por que? Porque fazemos questão de compartilhar conhecimento com vocês através de nossos artigos e o Google entende que dominamos o assunto que está buscando, no caso agência digital, já que sempre publicamos matérias sobre comunicação digital.

SABE DE TUDO ESSE GOOGLE, É OU NÃO É? =P

No Comments
Post a Comment