Rotina de uma agência de marketing: um mundo à parte

Tudo que envolve a rotina de uma agência de marketing.

Rotina de uma agência de marketing: um mundo à parte

Há coisas que só quem vive a rotina de uma agência de marketing conhece. São expressões, termos, hábitos e, até mesmo, estilos de vida que tornam esse universo tão peculiar. Na verdade, esses artifícios funcionam como recursos que facilitam a comunicação no ambiente de trabalho e tornam o dia a dia mais prático. Se você, assim como eu, está interessado em saber mais sobre esse universo, fique de olho nesse artigo que a Senso preparou!

Um recorte sobre a rotina de uma agência de marketing

Fique por dentro da rotina de uma agência de marketing.

Termos mais comuns

Briefing: é um documento que reúne todas as informações do cliente. Nele, é descrita a situação na qual a empresa se encontra, incluindo fraquezas, oportunidades e objetivos a serem atingidos. O briefing é uma espécie de “trilho do pensamento criativo”.

Deadline: nada mais é do que o prazo máximo para a entrega da tarefa.

ROI: o tão esperado Retorno sobre Investimento (Return on Investment) é um indicador que informa o quanto uma empresa está ganhando ou perdendo em relação aos seus investimentos. Ele pode ser empregado tanto para medir o desempenho das ações de marketing quanto para saber a respeito do retorno de uma campanha em si.

Tráfego: corresponde ao fluxo de visitantes de um site, por exemplo. Ele divide-se em duas vertentes principais: “tráfego orgânico” (quando as visitações são alcançadas por meio de conteúdos atrativos ao público) e “tráfego pago” (quando se paga uma quantia “x” para veicular anúncios em buscadores e/ou mídias sociais, a fim de trazer fluxo dos sites).

SEO: Search Engine Optimization (Otimização de Sites para Mecanismos de Buscas), como o próprio nome já diz, é o conjunto de táticas que visam o bom ranqueamento de sites nos mecanismos de buscas.

SEM: Search Engine Marketing (Marketing de Motores de Busca) trata-se do marketing feito nos sistemas de buscas. Faz parte do SEM as ações de SEO para os resultados orgânicos quanto os links patrocinados, localizados na parte superior, inferior e lateral dos resultados orgânicos do Google.

B2B: Business-to-Business (Empresa para Empresa). São empresas que vendem produtos e/ou serviços para outras empresas.

B2C: Business-to-Consumer (Empresa para Cliente). São empresas que vendem produtos e/ou serviços diretamente para os consumidores finais.

O famoso “cafezinho”

Nem todo mundo curte um “cafezinho”, mas não se pode negar o poder energético da cafeína, o que é fundamental para aqueles dias que se precisa dar um “gás” nas tarefas, correto? Para quem não sabe, os homens pré-históricos mastigavam as sementes e as folhas do cafezeiro para diminuir a fadiga. É o que diz o site da revista Superinteressante. Curioso, não?

Paciência com os clientes é fundamental

Para se aventurar na rotina de uma agência de marketing, não tem jeito, precisa saber lidar com os clientes. Existe sempre aquele cliente que necessita de uma atenção à parte. Não há uma regra específica que determine o jeito certo de lidar. No entanto, é imprescindível que se tenha jogo de cintura. Os profissionais de atendimento, por exemplo, devem reforçar a atenção na hora de elaborar o briefing. Sem dúvidas, conversar com os clientes, mostrando a eles os melhores caminhos para a divulgação de suas marcas, ressaltando os acertos e os erros de suas respectivas empresas é a melhor opção. Lembre-se de que o cliente recorre à agência de marketing, justamente, porque ele precisa ser assessorado.

Agora que você já acompanhou esse recorte sobre a rotina de uma agência de marketing, cabe a ti decidir se quer se aventurar nesse universo ou não. Há uma parcela de estresse nesse cotidiano (o que é comum a qualquer outra área), mas não podemos deixar de lembrar que a rotina de uma agência de marketing envolve muita criatividade e dinamismo.

No Comments
Post a Comment