Aprenda o que é LANDING PAGE

Aprenda o que é LANDING PAGE

Landing page é uma página na internet usada como estratégia de marketing digital para captar os dados de pessoas interessadas em algum produto ou serviço, ou seja, é uma página para converter o visitante em lead (cadastro), oportunidade e até mesmo em cliente.

Mesmo sem saber o que é, provavelmente você já foi impactado por algum anúncio ou conteúdo que te direcionasse para uma dessas páginas. As landings pages também são chamadas de páginas de aterrissagem ou páginas de conversão e, em geral, têm (ou deveriam ter!) menos informações e links do que um site normal. Sabe por quê? Ao conseguir levar um visitante para uma landing page, fica muito fácil conseguir a conversão se ele não tiver muito o que fazer ali dentro – somente aquilo que você quer.

Então, propositalmente, as landing pages são focadas em um único objetivo para não desviar a atenção do usuário. Explicamos: você quer criar uma landing page para pessoas interessadas em baixar uma planilha financeira para ajudá-la em seu negócio. Nessa página, você vai incluir uma imagem, uma breve explicação sobre a planilha com textos objetivos (produzidos com técnicas de copywriting) e um formulário de contato para o usuário deixar os dados e depois receber a planilha via e-mail. Nada de link para o site da empresa, botão com contatos e afins! A ideia é focar sempre em um objetivo para reter a atenção.

Por trás da landing page deve existir sempre uma estratégia de relacionamento com os leads, por isso nossa dica é planejar tudo antes mesmo de colocar a landing no ar. Esse relacionamento via e-mail ajuda a evoluir o processo de venda, uma vez que você pode ir alimentando seus leads com conteúdos de seu interesse, para ir ganhando sua confiança.

 

COMO FAZER UMA LANDING PAGE BOMBADA?


Depois de DEFINIR O OBJETIVO da sua landing page, é hora de convocar um time de profissionais para bolar as estratégias que vão estar por trás dela. O que você vai fazer com esses leads? Como vai trabalhar cada etapa do funil? Programação e planejamento são palavras de ordem nesse momento.

Vale lembrar que arquitetar uma landing page não é um bicho de sete cabeças. Mas para fazer isso, é preciso atentar-se a alguns detalhes importantes! Nós te damos um help quanto aos principais elementos de uma landing page de sucesso. Bora lá?

 

TÍTULO E SUBTÍTULO NA LANDING PAGE

 

Segundo um dado compartilhado pelo Copyblogger, 8 em cada 10 pessoas que chegam a uma página só leem o cabeçalho. Ou seja: somente 2 em cada 10 vão ler o restante da página.

Portanto, já deu pra perceber que os elementos principais de uma página são, de fato, o título e o subtítulo.

O que isso significa? Que eles devem transmitir seu objetivo de forma clara e direta. Para a pessoa bater o olho e entender o que é. Use técnicas de copywriting e abuse do seu poder de persuasão. Pense de forma simplificada e deixe as firulas e “encheção de linguiça” longe da sua landing page, ok?

Seu título e subtítulo devem despertar interesse e curiosidade no leitor. Quando ele chega à página e lê, o ideal é que ele pense: poxa, que oferta/conteúdo interessante! Acho que preciso disso, vou ler o restante da página para entender melhor como funciona”.

 

COMO USAR IMAGENS EM LANDING PAGES

 

O que é landing pageNão precisamos falar aqui sobre o poder das imagens. Na landing page não é diferente: ela cumpre o mesmo papel. Uma boa imagem precisa refletir com clareza o objetivo da sua landing page.

Pense o tempo todo: como unir elementos para ajudar na conversão? Evite fotos que têm cara de banco de imagem ou são mais generalistas. O que representa com clareza a ideia que está vendendo?

No caso de produto, mostre como ele é! Aposte em telas mostrando seus benefícios. Qual problema aquele produto resolve? Toque na dor do seus prospects. Se a landing for pra baixar um e-book, por exemplo, que tal mostrar uma pequena parte do que a pessoa vai encontrar nesse material? Isso transmite credibilidade e aguça a curiosidade.

 

COMO DESCREVER MINHA OFERTA EM UMA LANDING PAGE?

 

Normalmente, um página de conversão requer descrições sobre o que você está oferecendo para conseguir vender bem a ideia, sem deixar dúvidas. Nessa parte, é hora de pensar em alinhar as expectativas. Sempre com clareza, simplicidade e de forma objetiva.

E pelo amor de Jah: nada de fazer uma descrição foda, vendendo algo que você não vai entregar, combinado? Transparência sempre, tripulação!

Aqui na Sensorial Web House, usamos algumas táticas para dispor as informações na descrição da landing page. Fique atento!

  • Use bullet points. Assim fica mais fácil de atrair o leitor do que com grandes textos em parágrafos blocados. Então, nossa dica é: pense em simplificar a informação de forma didática e mais dinâmica;
  • Escreva frases curtas que podem ser lidas com facilidade;
  • Defina quais são (de 3 a 5) os itens mais importantes. Foque em trabalhar essas informações! Sem usar blocos muito longos de texto, please!;
  • Destaque termos relevantes em negrito;
  • Fale de benefícios, não de funcionalidades;
  • Foque na experiência, no sentimento, no que seu produto/serviço/conteúdo vai provocar;
  • Em caso de ofertas mais complexas, opte por vídeos explicativos ou, como já falamos, disponha uma parte do material;
  • Na dúvida, simplifique marujos! (Vale para landing, pra vida, pra tudo!)

O QUE INCLUIR NO FORMULÁRIO DE UMA LANDING PAGE?

Atenção total! Depois de passear pelos elementos acima, é aqui que a gente consegue o tão desejado lead. É onde a conversão acontece!

O número de informação de um formulário gera polêmicas entre os comunicólogos. Isso porque, não é uma regra, mas geralmente, quanto mais informação, menor a taxa de conversão.

Então, é preciso haver um equilíbrio com a quantidade de elementos inclusos no formulário, para não assustar o usuário. A gente sabe que para a base ficar segmentada direitinho, colher essas informações já de cara, é o sonho de consumo de qualquer time de performance. Mas existem outras alternativas para conseguir mais dados dos seus usuários, não precisa explorar tudo no primeiro contato. A ideia é ir se relacionando com seu lead depois desse primeiro contato.

Portanto, coloque no formulários os dados que são, de fato, importantes para você coletar nesse momento. O que seu time de marketing ou vendas precisa saber dessa pessoa?

DICAS EXTRAS PARA UMA LANDING PAGE COM BONS RESULTADOS:

    • DIRECIONE O OLHAR DO VISITANTE: setas ou foto/imagem de alguém olhando para o formulário instigam a pessoa a olhar pra lá. Nossa visão costuma seguir esses indicativos e isso pode influenciar a conversão
    • ATENÇÃO AO TEXTO DO BOTÃO! Faça as pessoas assumirem um compromisso. Ao invés de “Baixar”, por exemplo, opte por “Sim, quero + informação sobre marketing”. Em pop-ups de saída da página, vale incluir uma alerta para chamar atenção da ação da pessoa: no caso, pode ser uma boa escrever “NÃO QUERO vender + com marketing digital” e jogadas do tipo. Ações como essa criam alertas na cabeça do usuário
    • PROVA SOCIAL: o ser humano tem necessidade de pertencimento, nós procuramos nos identificar com o outro. Mostre  evidências, isso reduz incertezas: quantas pessoas já compraram, baixaram ou viram algum ponto positivo na sua oferta? Recomendações são muito válidas e ajudam a aumentar a conversão. Uma alternativa para fazer isso é incluir número de downloads do material ou até mesmo depoimentos
    • SENSO DE URGÊNCIA: estimule a ação! Deixe claro quanto tempo aquela oferta vai ficar no ar. Isso ajuda os indecisos a agirem com mais rapidez. Atualmente, essa prática tem sido comum até em sites de compra, que adicionam cronômetros quando o cliente coloca algo no carrinho, ou em sites de hoteis que mostram a quantidade de reservas e tal
    • PRINCÍPIO DE AUTORIDADE: o que especialistas falam sobre sua oferta? Valide com embasamento!

 

AGORA QUE VOCÊ TEM UMA LANDING PAGE FODA, COMO LEVAR TRÁFEGO(ACESSO) PARA ELA?


É aí que entra o planejamento de mídia. Afinal, as pessoas precisam encontrá-la para se inscreverem ou fazerem download de algum conteúdo, certo?  Aqui na agência, ao criar uma estratégia para captar leads através de uma landing page já planejamos também uma campanha de divulgação para essa página.

Como já sabe, estudamos o comportamento daquele público, definimos as etapas do funil de vendas analisando o comportamento do usuário e exploramos incansavelmente a jornada de compra.

Então, tudo vai depender do objetivo da campanha e de onde está o público. Quando o cliente se assusta com o valor da verba, gostamos de provocá-lo com algumas perguntas:

  • Qual o número de visitantes do seu site?
  • Esse volume é suficiente para atingir os resultados que você espera?
  • Para aumentarmos a venda da sua empresa precisamos impactar novas pessoas?

A partir daí e através de pesquisas entendemos como o usuário chega no site do cliente e mapeamos quais plataformas valem anunciar (sempre linkando para a landing page). Basicamente, combinamos esses canais de divulgação:

  • Google Ads
  • Facebook Ads
  • Instagram Ads
  • Linkedin Ads
  • YouTube
  • Disparos de e-mails para bases já cadastradas
  • Banner no site da empresa ou terceiros
  • Campanha com influenciadores

Mas pera lá! Não é só fazer o anúncio e correr pro abraço! As promoções precisam ser contínuas. Lembre-se: são muitas publicações na internet e, nem sempre quem visualiza interage com seu anúncio. Seja persistente! Diversifique o jeito que fala, mude de canal de acordo com o padrão de comportamento do seu usuário. No mais, não tem segredo! Avalie os resultados diariamente para não gastar verba sem ter resultado e vá otimizando sua campanha.



Já deu pra perceber que a gente manja bem de landing page, não é? Se tudo isso for muito complexo ou se você não domina tais estratégias, entre contato com a Sensorial. Vamos adorar te ajudar a bolar soluções para bombar seu produto ou serviço na internet. Afinal, essa é a especialidade da casa!