Versão beta Sensorial Web House: pode entrar, a casa é nossa!

Versão beta Sensorial Web House: pode entrar, a casa é nossa!

Rolou noite mexicana para inaugurarmos em grande estilo nossa nova casa, com bufê Los Frick e DJ Diana Bouth. Dia 21 de junho, abrimos as portas para clientes e parceiros conhecerem a agência e brindarem conosco essa NOVA FASE da Sensorial – agora SWH (Sensorial Web House)

Dizem que o universo conspira para quem segue o fluxo da vida, ACREDITA EM SONHOS (literalmente – e você já vai entender porquê), faz a sorte acontecer e todo esse papo lunático aí. Acreditamos que tudo isso também envolve muito trabalho, estratégia, comprometimento e dedicação.

É assim que as coisas vão dando certo! E como – modéstia parte – somos um pouco dessa mistura, sentimos um orgulho danado da história que estamos escrevendo.

Isso porque não mudamos apenas de endereço: em 2018 focamos energia para conquistar novos parceiros, colocar em prática nosso estilo de vida e profissionalizar ainda mais a performance e a inteligência criativa aqui da agência. Para isso, trouxemos expertise pro time interno contratando novos sensorianos – com o mesmo feeling de quem faz acontecer aqui dentro.

Nossa metamorfose também nos transformou em Sensorial Web House (com a mesma essência, porém com aquela energia de casa de férias no verão, daquelas que cabem a galera e a família inteira, que agrega, abraça novos horizontes e cuida com afeto e profundidade de quem se conecta com a gente).

E a partir da mudança, uma nova identidade visual se fez necessária. Queríamos tudo novo de novo! E sabe quando tudo está interligado? Foi assim! Nosso diretor Gustavo Pedrazza estava inquieto querendo mudar de escritório e nosso novo QG virou realidade. Na casa nova, já curtindo a vibe deck vs. pôr do sol vs. espaços criativos, fizemos vários estudos e chegamos a versão final.

A ideia foi sintetizar o que já era simples, sem – obviamente – tirar de cena nosso lado sensorial. Prova disso, foi o lugar de onde a inspiração para SWH veio: diretamente de uma noite de sono (leia-se sonho) do nosso diretor.

“Durante o processo de criação do novo logo, eu sonhei que o nome da agência havia mudado para SWH. Cheguei no outro dia pilhado com isso, porque curto nomes pequenos, acho que um nome abreviado, reduzido é uma marca forte. Eu queria algo que remetesse a casa, não só por ser uma ambiente mais tranquilo, que dialogue com o estilo de vida que acredito, mas também por termos saído de um centro comercial e pra mim essa passagem precisava ser marcada. Pois somos diferentes até no lugar. Pensamos sempre à frente!”

Se tivéssemos que escolher uma palavra-chave pra essa história, seria EVOLUÇÃO. É isso que somos, fazemos e buscamos. Todo dia, a cada volta ao sol.

E sabe, não nos encaixamos no óbvio. Não aceitamos uma definição banal sobre o que é a SWH. Aqui não é só uma agência de Marketing Digital. Aqui é palco pra muita história, já foi e é a segunda casa de muita gente. A gente ri, canta, fala alto (o uso do fone de ouvido é indispensável em alguns casos), desrespeita as regras da dieta, cai pra dentro dos jobs, degusta uma boa cerveja, compartilha manias e mistura sotaques.

Antes de tudo, somos uma família e toda boa família que se preze precisa ter um lar. Ilha da Coroa n° 3 é o nosso. Se a gente tá feliz? Ah, cara… lembra aquele papo que não compramos definições banais? Pois é. Inexplicável.

Sensorial Web House chegou. E nosso openhouse foi de respeito. Digno de ser acrescentado no nosso caderninho dos momentos fodas.

#thanksgod e Avante!

No Comments
Post a Comment